Conheça a biografia de Abílio de Vasconcelos

Atualizado: Fev 6

Abílio de Vasconcelos é sacerdote católico e pároco emérito da Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus em Botafogo, Rio de Janeiro. Atualmente aplica técnicas de hipnoterapia em pessoas acometidas pelos diversos males do tempo moderno como a depressão, síndrome do pânico e ansiedade.



Em 1969 foi designado para trabalhar no Seminário como professor e Prefeito de São Pio X (era o setor que abrigava os dois últimos anos do Seminário Menor. (Dom Edson foi aluno dessa turma). Padre Abílio promovia concursos literários e de música sacra. Dom Edson teve participação ativa. Também Waldeci Farias era destaque na música. Conseguiu que o Reitor do Seminário, Mons. Narbal, pagasse aos Padres professores do Seminário, metade do que pagava aos professores leigos.


Mestre em Direito Canônico


Formou-se em Direito Civil pela Universidade Cândido Mendes em 1974. Foi nas férias, na fazenda de Itaipava que o Côn. Edgar Franca convidou Padre Abílio para ajudá-lo no Tribunal Eclesiástico. Padre Abílio disse que sabia pouco sobre Direito Canônico. Edgar Franca disse que deixasse isso com ele. Algum tempo depois, Padre Abílio concluiu o Mestrado em Direito Canônico. Em 1975 foi nomeado Juiz do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano e de Apelação de Segunda Instância do Rio de Janeiro, cargo que ocupa até hoje, tendo julgado milhares de processos de declaração de nulidade de casamentos religiosos. Foi Vice-Presidente do Tribunal quando D. João Corso ocupava a Presidência.


Com o falecimento de Mons. Francisco Pinto, assumiu a Economia do Seminário e a Administração da Fazenda de Itaipava, que se tornou altamente produtiva e rendosa. Quando o então Padre José Lessa trabalhava no Sodalício da Sacra Família, abrigo de cegas, convidou o Padre Abílio para ajudar. Trabalho maravilhoso.


Padre Abílio ficou 17 anos como capelão do Sodalício e, com a Madre Assunção, angariou muitos donativos e melhorou muito o conforto das internas e das Irmãs que dirigiam a instituição. O clube português Arouca tinha a sede na Tijuca, ao lado do Sodalício. Padre Abílio começou a marcar presença, realizando missas nas festas do Arouca e fez com que todos os associados ajudassem também a comunidade de do Sodalício. Recebeu título de Benfeitor do Arouca. Só não recebeu o do Sodalício. Também recebeu o título de Benfeitor do Orfeão Português São Francisco Xavier e de Benemérito do Vasco da Gama.


Fundador da Rádio Catedral


Em Fátima, ano de 1985, Padre Abílio recebe uma intuição divina. Uma voz a falar. Deveria fundar no Rio uma rádio católica. Aí nasceu uma grande campanha que movimentou toda a Arquidiocese do Rio e arredores: R$ 1,00 (um real) por adulto, jovem ou criança. A Rádio Catedral foi ao ar em 8 de dezembro de 1992, fundada por D. Eugênio Sales e Padre Abílio. Há 25 anos no ar evangelizando. Padre Abílio foi diretor da Rádio Catedral durante quatro anos, até ir para Roma fazer o doutorado em Direito Canônico.


Quando voltou de Roma, em 1997, deu início à realização de um sonho: construir uma igreja em homenagem ao Apóstolo São Tomé, pois sua ordena do sacerdotal ocorreu exatamente aos 3 de julho, dia em que se celebra este Apóstolo. Passaram-se vinte anos... e a igreja está praticamente pronta na rua Nova York, 348 em Bonsucesso.


Vice-diretor do Instituto Superior


Foi vice-diretor do Instituto Superior de Direito Canônico durante cinco anos e depois assumiu o Instituto como Diretor e professor, tendo orientado muitos alunos nas teses de mestrado.

Nos anos de 2016 e 2017 ajudou o Arcebispo de Aracaju, D. José Palmeira Lessa, a montar os Tribunais Eclesiásticos em todo o Estado de Sergipe. Hoje todas as diocese têm seu tribunal de primeira instância, sendo de primeira e segunda instância o da arquidiocese de Aracaju sob a presidência de Mons. Enrique Pujol.


Padre Abílio, mesmo residindo no Rio de Janeiro, participa como juiz de todos os processos.

Padre Abílio foi Pároco das igrejas de São Francisco Xavier, na Tijuca; de São Pedro Apóstolo, no Encantado; dos Santos Anjos, no Leblon; da Catedral, no Centro da Cidade, de Nossa Senhora de Bonsucesso, em Bonsucesso, e de Santa Teresinha, em Botafogo, até a presente data.


Padre Abílio foi também Capelão da Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, Presidente da Irmandade de São Pedro e Vice-Presidente do Cabido Metropolitano da Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro.


Membro da Academia Luso-Brasileira de Letras


Padre Abílio é doutor em Direito Canônico pela Universidade Gregoriana de Roma e membro da Academia Luso-Brasileira de Letras, desde 2000.


Recebeu vários títulos públicos medalhas, entre outros:


- Cidadão Carioca do Antigo Estado da Guanabara, ano 1974

- Medalha de Mérito Pedro Ernesto, ano 1994;

- Cidadão do Município do Rio de Janeiro, ano 2003.


Especialista em terapia do perdão


Recentemente aprofundou seus estudos em Hipnoterapia, com especialidade em terapia do perdão, pelo:


- Instituto Pernambucano de Hipnose Clínica;

- ACT INSTITUTE: Accredited Certified Training

- OMNI: Hypnosis Training Center


Trecho retirado do livro "Era o Verbo... 50 anos de sacerdócio" de Cônego Abílio Soares de Vasconcelos

254 visualizações
Ver y Crer | Terapias e hipnose – 2019 © Todos os direitos reservados    |
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
|   Site desenvolvido por:
XP Comunicacao LOGOTIPO  RGB - WHITE.png